Funcionário pede demissão da empresa após receber mais de R$ 1 milhão por engano

Por Alexandre Meireles 21/06/2022 - 19:22 hs

Um funcionário de uma empresa chilena foi surpreendido ao consultar o saldo de sua conta bancária e perceber que havia recebido uma transferência de 281 milhões de pesos chilenos (R$ 1,6 milhão). O homem não sabia da presença do valor em sua conta e foi surpreendido ao procurar uma agência bancária para sacar o salário e se deparar com a quantia milionária.

Segundo informações divulgadas nas redes sociais, o depósito foi realizado de forma equivocada pelo departamento de Recursos Humanos da empresa. O chileno decidiu guardar a quantia em segredo mesmo após a companhia notificá-lo de que deveria devolver o valor.

O ex-funcionário deveria retornar à agência bancária no dia seguinte após ter sido informado que o dinheiro não pertencia a ele, mas a situação esperada não aconteceu. A empresa tentou contatá-lo realizando várias ligações para o celular, mas não obteve sucesso. Dado como desaparecido, o chileno passou a ser procurado e acusado por “apropriação indevida”.

O caso foi levado para o tribunal após denúncia dos responsáveis pela corporação. O advogado do ex-funcionário entrou com processo, alegando que a quantia milionária deveria ficar com o seu cliente, já que foi um erro da companhia e ele não deveria ser culpado. A situação ainda está na Justiça e a empresa diz que o ex-contratado deve ser obrigado a devolver o dinheiro, mesmo admitindo que o erro foi cometido pelo departamento de Recursos Humanos da companhia.

(Estagiária Juliana Maia, sob supervisão da editora Web de OLiberal.com, Vanessa Pinheiro)