Menina de 11 anos diz que sobreviveu a massacre se sujando com sangue de colegas

Por Alexandre Meireles 27/05/2022 - 19:25 hs

Uma menina de 11 anos, a estudante Miah Cerillo, sobreviveu ao massacre em colégio do Texas depois de espalhar sangue dos colegas em seu próprio corpo e fingir-se de morta. Segundo relato de sua tia, Blanca Rivera, Miah permaneceu deitada no chão durante o atentado que deixou 19 crianças mortas e duas professoras na escola primária Robb em Uvalde.

A aluna chegou a ser ferida com fragmentos de balas e precisou ser hospitalizada. Entretanto, Miah já recebeu alta médica e se encontra em casa, recebendo apoio da família.

“Ela fez o que tinha que fazer para sobreviver”, declarou Blanca à ABC.

Segundo com relatos da avó da menina, Miah ainda não consegue pôr em palavras os momentos que viveu durante o massacre.

A tragédia ocorreu na última terça-feira, 24, quando um jovem de 18 anos chamado Salvador Ramos entrou armado na Robb Elementary School e fez diversas vítimas.

Com informações do Pleno News