Bolsonaro ironiza possível indiciamento: 'Renan acha que não vou dormir'

Por Alexandre Meireles 16/10/2021 - 10:44 hs

O presidente Jair Bolsonaro ironizou o possível indiciamento pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, de autoria do senador Renan Calheiros (MDB-AL). Em conversa com apoiadores na entrada do Palácio do Planalto, Bolsonaro disse que não vai “nem dormir”.

“O Renan tá achando que eu não vou dormir porque tá me chamando de homicida, tá de sacanagem, né? O que se passa na cabeça do Renan Calheiros naquela CPI com esse indiciamento?”, questionou.

Bolsonaro ainda reclamou da repercussão da acusação perante o mundo. O presidente também apontou a seletividade nas investigações da CPI, que optou por não apurar, por exemplo, escândalos de corrupção envolvendo o Consórcio Nordeste.

“Esse indiciamento, para o mundo todo vai que eu sou homicida. Eu não vi nenhum chefe de estado [refere-se a governadores] ser acusado de ser homicida no Brasil por causa da pandemia. E olha que eu dei dinheiro para todos eles. Agora, o Renan Calheiros não se interessou em apurar o Consórcio Nordeste, o Carlos Gabas”, completou.

Com informações do Pleno News