Operação combate fraudes em Auxílio Emergencial no Pará

Por Alexandre Meireles 07/04/2021 - 16:11 hs

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira, (07), a “Operação 600” que visa desarticular atividade criminosa responsável pela realização de fraudes no Auxílio Emergencial, no sul do Pará.

Cerca de 40 policiais federais estão cumprindo nove (09) mandados de busca e apreensão, expedidos pela Subseção Judiciária da Justiça Federal de Redenção-PA, nas cidades de Tucumã/PA, Ourilândia/PA, Pau D’arco/PA e Redenção/PA.

Imagens divulgadas pela Polícia Federal mostram os agentes em ação.

ACOMPANHE!

 

 As investigações tiveram início em maio de 2020, e teve como foco ações praticadas por meio da internet banking, mais precisamente, em relação aos crimes de furto mediante fraude praticados por meio da transferência dos valores das contas dos reais beneficiários para contas de terceiros.

Os investigados são suspeitos de fraudar pagamento do Auxílio Emergencial, subtraindo das pessoas lesadas, os valores referentes aos seus benefícios, por meio de acessos indevidos às contas bancárias, gerando prejuízos à União. 

Em momento de extrema de dificuldade social, financeira e de saúde de importância mundial, os investigados se aproveitaram da vulnerabilidade de pessoas simples, com pouca instrução, para subtrair os valores de benefícios assistências. 

Os indiciados responderão, na medida de suas responsabilidades, pelo crime de crimes de furto mediante fraude previsto no artigo 155, § 4º, II, do Código Penal, via internet banking.

O nome da Operação “600” é uma referência aos valores pagos nas primeiras parcelas do auxílio emergencial, que foram subtraídos pelos investigados.

Fonte: DOL













Rádio Guamá