Após exaustão no trabalho, fisioterapeuta tem crise de sonambulismo e cai do 3º andar

Por Alexandre Meireles 22/02/2021 - 05:40 hs

A fisioterapeuta Talyssa Oliveira Taques, de 27 anos, teve uma crise de sonambulismo, caiu do 3º andar do hotel onde estava hospedada e fraturou uma vértebra da coluna.

O caso aconteceu no dia 5 de fevereiro. A profissional está há 15 dias internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Israelita Albert Sabin, no Rio de Janeiro. Ela estava atuando na linha de frente contra o novo coronavírus em Cuiabá, no Hospital São Mateus, e no antigo Pronto-Socorro da capital.

Para a família, o sonambulismo aconteceu em decorrência da exaustão vivenciada durante a pandemia.

Talyssa foi internada na UTI em estado grave e exames constataram que ela fraturou uma vértebra e dois ligamentos. A profissional foi submetida a uma cirurgia na última quarta (17), mas teve complicações devido à entrada de ar e água no pulmão.

A família quer, agora, que ela seja transferida para uma unidade médica em Cuiabá, pois não possui mais condições de arcar financeiramente no estado.

“O plano cobriu parte dos honorários da internação e da cirurgia. Tenho passado dias difíceis. Ainda tem os custos das despesas do hotel, da alimentação. A gente precisa voltar porque Cuiabá o plano de saúde cobre total, no Rio de Janeiro é apenas parcial”, explica a mãe da fisioterapeuta.