MÃE DO RIO - HOMEM É MORTO APÓS TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA

Por Alexandre Meireles 13/02/2021 - 19:58 hs

 A equipe policial desta Divisão Especializada, após furto ocorrido em uma residência no município de Belém, de onde foram subtraídas diversas peças de jóias da família das vítimas, fato ocorrido no mês de dezembro de 2020, passou a empreender diligências no intuito de identificar e prender os responsáveis pelo fato delituoso.


Durante as investigações, a nacional Maria Elizabete, a qual trabalhava como diarista para a família das vítimas, foi identificada como autora do furto, com abuso de confiança, bem como que a mesma seria companheira do nacional João Carlos, foragido do sistema penal.


Foi requerida a prisão preventiva da mesma, após seu indiciamento, tendo os policiais desta unidade passado a tentar localizar a mesma, assim como seu companheiro, com intuito de recapturar o mesmo, e recuperar os pertences das vítimas.


Na ultima sexta-feira (12), foi localizada a residência onde o casal vinha se escondendo, no município de Mãe do Rio, tendo as equipes de policiais se deslocado até o local para realizar a prisão de João Carlos.


Ao adentrar no imóvel, apenas Maria Elizabete estava no local, tendo permitido a realização de busca no imóvel, oportunidade na qual foram encontrada uma porção de entorpecente e uma balança de precisão, assim como, enterrado no quintal do imóvel, diversas peças, como anéis, cordões, e pulseiras , dentre outros objetos. Maria Elizabete ainda informou que seu companheiro estaria em uma região de mata, onde costumava se refugiar durante o dia.


Ato contínuo, os policiais passaram a diligenciar não cotada área, tendo João Carlos efetuado disparos de arma de fogo contra a os policiais ao avistar os mesmos. 


Diante de tais fatos, os policiais foram compelidos a disparar contra João Carlos, no intento de fazer cessar a injusta agressão, o que só ocorreu depois deste ser atingido. João Carlos foi socorrido porém não resistiu aos ferimentos e evoluiu a óbito no hospital.


(Com informações da Polícia Civil)













Rádio Guamá